sexta-feira, 7 de maio de 2010

O Papa, será o verdadeiro missionário...


Não podia deixar passar a oportunidade de elaborar um pequeno texto com a minha opinião sobre a visita de Bento XVI a Portugal.

Não tendo eu qualquer crença religiosa, como cidadão comum não poderia deixar de exprimir a noção de circo montado para a recepção a um chefe de estado(diga-se do Vaticano).Sim penso que esta visita nos moldes em que está inserido, mais não significa que uma visita de um chefe de estado ao nosso país, pecando tão somente pelo exagero com que irá ser recebido e com os gastos inerentes à sua recepção.Senão vejamos:

Qual o seu objectivo principal para a realização de uma visita a Portugal?Será visitar Fátima?,será tomar conhecimento dos problemas que assolam os portugueses nesta fase complicada de instabilidade financeira? ou pura e simplesmente vem com a missão de "lavar" a cara da igreja ultimamente tão fustigada por casos de pedofilia no seu seio?

Poderei ser suspeito em questionar estas situações, mas será que o papel verdadeiro do papa preconizado pela igreja estará a ser bem desempenhado?

Na minha perspectiva,penso que não!, julgo que uma pessoa para ser papa, deve estar junto dos que precisam,no momento em que precisam e esse apoio para os que são católicos cristãos seria muito mais reconfortante,mais humano, mais sincero.Porque é que o papa não planeou uma visita à Madeira, terra fustigada pelo temporal, tendo feito muitas vítimas, porque não visitou o Haiti, um país com fortes influências cristãs,...

Isto tudo serve tão somente para todos reflectirem um pouco, religiosos ou não religiosos sobre o verdadeiro papel desempenhado pelas pessoas que estão à frente de instituições, de governos, de estados, de cultos.À humanidade urge um pouco mais de humanidade...

1 comentário:

pontodeluz disse...

Olá!
Pois bem, acho que a visão é muito limitativa...
Por um lado tem razão porque não foi à Madeira, ao Haiti... Sim. Mas por outro lado indo à Madeira não estaria a deixar todo o continente de fora? E isso é assumir que a mensagem não chega lá, só porque foi transmitida no continente...
E acho que não há mais humanista que este papa. Acho que tem que ler os seus textos.
Por fim, falou em relação ao dinheiro que se gastou. Se virmos as pessoas que usufruiram da sua visita e as que o pretendiam fazer mesmo que depois não o tenham conseguido, acho que está mais que paga. porque afinal o dinheiro do Estado é o dos portugueses. E pelos vistos são muitos os que queriam estar com o Papa.
ah e em relação ao escandalo da pedofilia, o papa já falou com algumas vitimas. claro que isso não limpa o que aconteceu, mas demonstra que a igreja é a primeira a condenar todos os padres que cometeram esses crimes. e não por uma questão de imagem, mas sim por uma questão de justiça e de valores precisamente.
o objectivo da visita foi trazer esperança e talvez até mostrar a Portugal que existem mais cristãos do que se pensa. talvez porque andamos calados demais. talvez...
Mas de resto acho que é bom quando nos questionamos e quando fazemos com que os outros se questionem.
Gosto desse lado no blog. ;)